segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Pescaria de Tucunarés Azuis e Parte III da Primeiro Bate Papo de Pesca

domingo, 28 de outubro de 2012

Dicas de Pescaria - Regulagem do freio da carretilha para pesca de traíras

quarta-feira, 21 de março de 2012

Carpa


Nome vulgar: CARPA
Nome científico: Cyprinus Carpio
Família: Cyprinidae
Ordem: Cypriniformes 
Meio ambiente: Bento pelágico; não migratória;

Origem

A Carpa é originária da Europa Oriental e Ásia Ocidental e foi introduzida na Europa Ocidental no Séc XII e nos EUA por volta de 1870. Durante a idade média conheceu uma grande expansão na Península Ibérica.

Habitat

A Carpa tornou-se uma espécie tipicamente de albufeiras e cursos de água com corrente fraca e muita vegetação. Tem o hábito de nas águas pouco profundas se fossar no fundo a fim de provocar turvação e costuma vir à superfície para aspirar o ar. Gosta especialmente de zonas pouco profundas (1m a 5m) e de preferência com vegetação, árvores, ou qualquer outro tipo de estruturas, refugiando-se nos fundões nas alturas de frio ou calor mais intenso. Possui ainda uma enorme capacidade para águas salobras assim como uma impressionante resistência fora de água, conhecem-se casos de exemplares que sobreviveram após mais de 1 hora sem água.

Em alguns locais e beneficiando de determinadas situações naturais a Carpa consegue atingir cerca de 1 metro de comprimento e com um peso que poderá oscilar entre os 30 e os 35 kgs., existindo já diversos registros próximos dos 40 kgs.

Alimentação

É uma espécie onívora de regime alimentar muito variado (come de tudo), alimentando-se de insetos, invertebrados, plantas e algas, ovos de batráquios e outros peixes, tem uma preferência especial por larvas de insetos, crustáceos e moluscos, moluscos, ervas, plantas  aquáticas, algas, chegando mesmo, ocasionalmente, a comer outros alevinos e pequenos peixes. Costuma ter rotas definidas de procura de comida, patrulhando-as continuadamente.  Ingere os alimentos por sucção.

Isca:

Milho, Trigo, Fava, Asticot, Feijão Frade, Queijo, Fiambre, Peixe, Frango, Pão, Avelã, Batata, Grão, Cânhamo, Lagostim, Lesma, Ervilha, Feijão Manteiga, Feijoca, Feijão Branco, Feijão Encarnado, Minhoca, Broa de Milho, Salsicha, Lentilha, Chouriço, Amendoa, Paio, Azeitona, Amendoim. Mais utilizados Milho Doce e os Boilies.
Tamanho mínimo de captura - 20
Período de pesca - 1 de Junho a 14 de Março.